Welcome to
Big Bang Brazil
Bem-vindo

Criada em 12 de setembro de 2010, a Big Bang Brazil é a fanbase brasileira dedicada ao grupo sul coreano Big Bang. Nossa missão é trazer as últimas notícias sobre o Big Bang, além de promover o grupo e sua música no Brasil. Com isto, buscaremos nos tornar a melhor fanbase brasileira do Big Bang. Cadastre-se no fórum, comente no site e divirta-se bastante. Aqui você é VIP!

Observação:  O artigo a seguir contém informações e notícias publicadas a partir do dia 26 de fevereiro de 2019 e está em aberto enquanto houver investigação policial. Todas as informações dos artigos foram devidamente extraídos de manchetes da mídia coreana, sem nenhuma opinião pessoal da Big Bang Brazil.

 

 

🗓️ 26 de fevereiro de 2019

📰(SBS funE) Seungri é acusado de fornecer prostitutas para clientes ricos 

 

 

Enquanto investigava as atuais controvérsias em torno do “Burning Sun”, a SBS funE supostamente encontrou mensagens em um aplicativos privado, o KakaoTalk, entre Seungri, o cantor ‘C’, e o Sr. Yu da Yuri Holdings, o homem que liderou a empresa em 2015.

 

As mensagens aconteceram às 23:38 (KTS) em 06 de dezembro de 2015, em que Seungri supostamente teve uma conversa com um homem nomeado como “Sr. Kim” que era funcionário do clube, pedindo para que ele arrumasse prostitutas para clientes chineses. 

 

 

⚠️ Observações sobre o artigo publicado pela SBS funE

 

⚫️ O Burning Sun foi inaugurado há apenas um ano, em 23 de fevereiro de 2018.

⚫️ Em 06 de dezembro de 2015 às 23:38, horário da troca de mensagens, houve um concerto do BIGBANG em Nagoya. Seungri estava se apresentando no palco neste horário.

⚫️ A SBS funE declarou que não pôde verificar se as mensagens se tratavam ou não de um serviços sexuais concedidos, uma vez a YG não respondeu as especulações dos repórteres do portal antes da publicação do artigo.

⚫️ A mulher citada nas conversas como “prostituta” é uma suposta investidora estrangeira da Yuri Holdings e em 2016 foi à Coreia para participar de uma Assembléia de acionistas na empresa.

 

 

🗓️ 26 de fevereiro de 2019

📰(Soompi) YG nega que Seungri tenha fornecido prostitutas para clientes 

 

 

A YG Entertainment respondeu aos artigos envolvendo Seungri sobre oferecer favores sexuais como suborno para investidores.

 

Em 26 de fevereiro, o portal de notícias SBS funE informou ter encontrado evidências de que Seungri usava os clubes de Gangnam como local para investidores receberem favores sexuais. A SBS funE relatou: “Nós encontramos uma conversa no KakaoTalk entre Seungri, o cantor C, o representante Yoo da Yuri Holdings e um o funcionário Kim.”

 

De acordo com as mensagens de texto reveladas pela SBS funE, em 6 de dezembro de 2015, às 23:38, Seungri disse ao empregado Kim para “preparar um local na área principal do Club Arena e chamar as garotas” para a investidora estrangeira B e as pessoas com ela. O Club Arena é um hotel clube localizado no distrito de Gangnam.

 

Seungri fundou a Yuri Holdings em março de 2016 com o fim de operar seus vários negócios nos setores alimentícios e de entretenimento. No final de 2015, Seungri ainda trabalhava para investidores de seus negócios.

 

Poucas horas depois do artigo ser publicado, a YG Entertainment divulgou uma declaração oficial sobre as notícias. YG escreveu: “Olá, esta é a YG Entertainment. Aqui está a nossa declaração sobre o artigo de hoje sobre Seungri. Após verificar com o próprio artista, nós declaramos que as mensagens de texto são fabricadas e não são verdadeiras. Além disso, informamos que tomaremos medidas legais contra a proliferação de boatos e notícias falsas”.

 

 

🗓️ 26 de fevereiro de 2019

📰(Soompi) Yuri Holding nega que Seungri tenha fornecido prostitutas para clientes 

 

 

A Yuri Holdings, empresa envolvida nas recentes notícias envolvendo Seungri, divulgou sua declaração formal sobre as acusações de que eles forneciam serviços de prostituição para investidores empresariais.

 

Em 26 de fevereiro, o funE da SBS divulgou supostas mensagens de texto que aconteceram em dezembro de 2015 que dizem ser entre Seungri, CEO Yoo da Yuri Holdings  e um funcionário. De acordo com os artigos, o conteúdo da conversa foi compartilhada de um grupo e os participantes estavam discutindo a contratação de prostitutas para investidores estrangeiros.

 

Em resposta, a YG Entertainment divulgou uma declaração oficial negando todas as alegações e alegando que as mensagens de texto foram fabricadas, juntamente com um anúncio de que eles irão recorrer legalmente. O Departamento de Polícia de Seul respondeu dizendo que irão realizar uma investigação.

 

Yuri Holdings, a empresa envolvida, também negou as acusações. Sua declaração oficial diz o seguinte:

 

“Recentemente, Yuri Holdings tem estado nos noticiários, desde o incidente do Burning Sun. Em primeiro lugar, assumimos a responsabilidade pela questão como uma das empresas que investiu na Burning Sun. No entanto, sentimos que precisamos esclarecer os fatos que cercam a Yuri Holdings, já que não podemos mais sentar e assistir a artigos escritos sobre difamações e suspeitas.

 

As mensagens de texto que foram publicadas recentemente pelos repórteres e se tornaram um problema, são completamente falsas, e nós acreditamos que apenas alguém com más intenções em relação a Seungri e nossa empresa tenha fabricado as mensagens e as direcionado aos repórteres.

 

Esta é uma notícia falsa que foi publicada sem ao menos ter sido confirmada pelo portal de notícias.

 

Não apenas não temos nenhum acionista estrangeiro em nossa empresa, como baseado no conteúdo enviado, as mensagens foram publicas através de imagens recém-criadas em vez de capturas de telas reais das conversas. Nós não podemos continuar em silêncio sobre o assunto e decidimos dar nossa declaração.

 

Planejamos solicitar uma investigação sobre o indivíduo que fabricou as mensagens de texto e as enviou para os repórteres, e vamos revelar a verdade.

 

Diretor Executivo Lee Hong Gyu”

 

 

🗓️ 26 de fevereiro de 2019

📰(NAVER) Polícia responde sobre acusações de Seungri 

 

O Departamento de Polícia de Seul divulgou declaração informando que haverá uma investigação sobre Seungri fornecer serviços sexuais para investidores empresariais.

 

Em 26 de fevereiro, uma fonte do Departamento de Polícia de Seul declarou: “Iremos começar uma investigação sobre as denúncias de serviço de acompanhantes que foram divulgadas pela mídia”. A polícia investigará o assunto e irá elaborar uma lista dos indivíduos citados nas mensagens de texto.

 

Seungri agora passou a fazer parte da lista de pessoas que serão investigadas.

 

 

🗓️ 27 de fevereiro de 2019

📰(Yonhap News) Seungri aparece publicamente para falar sobre suspeitas de fornecer serviços sexuais para investidores

 

 

Seungri, do BIGBANG, diz que vai ser submetido a uma investigação sobre narcóticos e suspeita de fornecer favores sexuais.

 

Nesta quarta-feira, Seungri disse que vai cooperar com a polícia para desvendar a verdade sobre as suspeitas de que ele circulou narcóticos e tentou comprar serviços sexuais para potenciais investidores estrangeiros.

 

“Eu realmente sinto muito por todos os problemas desconfortáveis que foram levantados no último mês”, disse o cantor de 29 anos através de sua agência, a YG Entertainment.

 

“Eu quero aparecer voluntariamente perante as autoridades investigativas, passar por um teste completo de drogas e cooperar ativamente com a investigação em todas as suspeitas relacionadas a mim”.

 

YG expressou a esperança de que a verdade sobre os “rumores imprudentes” possa ser revelada através de uma investigação policial completa.  O cantor terá de ser punido se as suspeitas forem verdadeiras, mas, caso contrário, as pessoas que levantaram as suspeitas vão enfrentar acusações criminais e civis, alertou a agência.

 

Na terça-feira, um jornal da internet informou que o cantor de 29 anos tentou comprar serviços sexuais para investidores estrangeiros em uma empresa de investimentos que ele estava se preparando para estabelecer com um conhecido em dezembro de 2015. Seungri fundou a empresa Yuri Holdings no inicio de 2016 para investir em restaurantes e empresas de entretenimento.  O jornal revelou conversas que ele supostamente teve com o chefe da empresa e um funcionário na época. As mensagens mostravam Seungri orientando o funcionário para preparar assentos e “mulheres” para investidores em uma grande boate na elegante área de Gangnam, em Seul.  A YG imediatamente negou o relatório e o classificou como “falso”, alegando que é baseado em mensagens de texto fabricadas.

 

A Agência de Polícia Metropolitana de Seul disse que seus investigadores já começaram uma investigação interna sobre a suspeita.

 

A Agência Policial também já investigou separadamente Seungri no caso da Burning Sun, outra boate em Gangnam, onde ele era Diretor de Relações Públicas, sobre alegações de uso de narcóticos, assédio sexuais, violência e laços corruptos com a polícia.

 

Tradução:

 

Seungri: Eu enviei uma petição para uma investigação com urgência. Essa controvérsia e suspeitas têm incomodado e desapontado muitas pessoas. Eu quero me desculpar novamente pelo inconveniente que isso causou.

Repórter: Sobre os problemas com o Burning Sun…
Seungri: Obrigado. (sai andando)

Repórter: Você tem intenção de fazer o teste de cabelo hoje? (para examinar resquícios de drogas)
Seungri: Sim, vou fazer.

 

 

🗓️ 27 de fevereiro de 2019

📰 (Naver) Seungri completa interrogatório policial e pede que todos esperem pelos resultados

 

 

Seungri, do BIGBANG, depois de expressar sua vontade de cooperar com as investigações policiais, passou a noite na delegacia de polícia, respondendo as várias controvérsias e alegações que o cercavam.

 

O cantor chegou na delegacia às 9 da noite em 27 de fevereiro. Ele disse: “Hoje de manhã apresentei uma petição pedindo uma investigação completa sobre mim mesmo. Mais uma vez, peço desculpas por causar preocupação e raiva com as várias controvérsias e acusações. Eu sinceramente cooperarei com as investigações para que a verdade possa ser revelada o mais rápido possível ”.

 

Oito horas e meia depois, Seungri foi liberado. Foi revelado que o cantor se submeteu a exames de urina e análise de mechas de cabelo, além de responder perguntas sobre as alegações de serviço de drogas e escolta sexual.

 

Falando com a imprensa ao sair da delegacia, Seungri disse: “O interrogatório de todas as alegações foi concluído. Em relação às acusações sobre drogas, passei por todos os exames toxicológicos solicitados pela unidade de narcóticos. Muitas pessoas estão furiosas com as várias controvérsias e eu vou cooperar com a polícia para que todas as suspeitas possam ser dissipadas ”.

 

 

Encerrando, ele disse: “Peço que esperem pelos resultados da investigação. Se a polícia exigir mais alguma coisa, voltarei para mais perguntas.”

 

Anteriormente, em 26 de fevereiro, uma reportagem da SBS funE revelou mensagens de texto que sugeriam que Seungri estava envolvido na preparação de serviços de acompanhantes sexuais para investidores empresariais. As alegações foram negadas por Seungri, que disse à sua agência, YG Entertainment, que as mensagens de texto foram fabricadas.

 

O relatório chegou pouco depois de surgirem controvérsias em torno do clube Burning Sun, que, após um incidente de agressão levado ao público por um patrocinador do clube, envolveu-se em tráfico de drogas, agressão sexual e acusações de câmeras escondidas. Seungri também foi envolvido nessas controvérsias por sua associação com o clube, embora tanto ele quanto o CEO afirmassem que Seungri era simplesmente um consultor para o estabelecimento e não estava envolvido de forma alguma na administração.

 

 

🗓️ 27 de fevereiro de 2019

📰 (Sport Chosun) De acordo com a polícia, Seungri negou todas as acusações e controvérsias contra ele, especialmente o envio e recebimento de mensagens referentes às alegações de favores sexuais para investidores.

 

 

A polícia disse que Seungri em relação ao caso do Burning Sun “não é mais um suspeito a partir de agora”. E que não foram capazes de garantir as fontes originais das mensagens (anteriormente publicadas pela SBS funE) mesmo após uma análise no aplicativo (KakaoTalk) de mensagens de 3 anos atrás.

 

 

🗓️ 28 de fevereiro de 2019

📰 (SportTV News) Primeira rodada para testes de drogas de Seungri tem resultados negativos

 

Os resultados para a primeira rodada de testes de drogas para Seungri do BIGBANG deram negativos.

 

Em 28 de fevereiro, os representantes legais de Seungri declararam: “Segundo a polícia, não houve problemas com a primeira rodada de testes de drogas e todos deram negativos. O teste de folículo capilar que será capaz de detectar drogas em um período de até dois a três anos antes do teste já foi enviado para o Instituto Nacional de Investigação Cientifica. Os resultados irão ser divulgados daqui uma ou duas semanas após análise.

 

Eles acrescentaram: “Estamos antecipando as verdades para muitas alegações a serem reveladas em breve”.

 

No dia 27 de fevereiro às 21h (KTS), Seungri chegou à delegacia de polícia e passou a ser questionado sobre as diversas controvérsias e acusações que o cercavam. O cantor foi liberado após oito horas e meia depois.

 

 

🗓️ 28 de fevereiro de 2019

📰 (Money Today) YG responde alegações sobre destruir evidências entre Seungri e Burning Sun

 

 

YG respondeu a relatos sobre um contratar um serviço de destruição de documentos para destruir evidências relativas ao incidente do Burning Sun.

 

De acordo com o relatório do portal de notícias Chosun.com, em 28 de fevereiro, dois caminhões chegaram à sede da YG Entertainment. Um motorista chegou às 6h35 da manhã e disse ao Chosun que era a primeira vez que ele ia à sede da YG. Às 6h57, quatro trabalhadores da empresa de trituração de documentos estacionaram um caminhão de duas toneladas perto do anexo e começaram a transferir dezenas de caixas do prédio para caminhões. Durante o processo, cinco funcionários da YG estavam olhando para fora e quando repórteres começaram a coletar dados e eles disseram: “Vocês não podem tirar fotos aqui”.

 

Uma hora depois, às 7h55, os funcionários dos serviços de destruição de documentos estacionaram um caminhão perto do prédio principal mas, devido ao ângulo, o Chosun.com não conseguiu ver o que estava sendo movido, mas a transferência de objetos pesados ​​continuou por mais 50 minutos. Os dois caminhões começaram a sair da área às 8:43 da manhã. Quando o Chosun.com parou um funcionário da empresa de destruição de documentos para perguntar se todo o processo tinha acabado, ele respondeu: “Eles me disseram que voltássemos mais tarde”. Outra fonte revelou: Havia caixas, sacolas de papel, malas e, a julgar pelo peso, parecia haver também eletrônicos, como computadores.

 

Um funcionário da empresa de trituração de documentos também explicou: “Geralmente [começamos a trabalhar] às 9h da manhã. Também trabalhamos de madrugada quando o cliente solicita, mas a maioria dos clientes evita fazê-lo porque precisa pagar mais. Mas as empresas que estão ligadas ao público, como agências de entretenimento ou agências de notícias, freqüentemente pedem que o trabalho seja feito de madrugada. Nós não apenas destruímos documentos, mas também outras coisas, como smartphones ou computadores”.

 

Em uma ligação com um repórter, a YG Entertainment declarou: “Foi um processo periódico de destruição de documentos que realizamos todos os meses ou trimestres”.

 

Uma fonte da Agência de Polícia Metropolitana de Seul afirmou: “Não há como sabermos se a YG destruiu seus documentos. [Mesmo se soubéssemos,] não há justificativa para impedi-los de destruir seus documentos quando uma conexão direta entre YG e o incidente do Burning Sun ainda não foi encontrada”.

 

 

🗓️ 28 de fevereiro de 2019

📰 (Money Today) Seungri cancela todas as atividades da sua agenda incluindo concertos

 

 

Em meio a tantas controvérsias, todos os próximos cronogramas de Seungri foram cancelados.

 

Em 28 de fevereiro, sua agência YG Entertainment divulgou a seguinte declaração:

 

“Olá, está é a YG Entertainment.

 

Infelizmente, Seungri cancelou seus próximos shows em Osaka em 9 e 10 de março e em Jacarta em 17 de março.

 

Pedimos a compreensão de todos que estavam esperando pelos shows.

 

Seungri voluntariamente foi até a delegacia de polícia aproximadamente às 21h de ontem e diligentemente participou da investigação sobre as suspeitas por cerca de 8 horas e 30 minutos.

 

Seungri solicitou que a polícia investigasse com rigor as suspeitas em relação aos favores sexuais.

 

Não apenas os concertos, mas Seungri irá interromper todas as atividades programas e cooperará ativamente com todas as futuras investigações.

 

Por causa das suspeitas que não para a todo momento, as pessoas estão curiosas e esperamos que toda a verdade seja revelada o mais rápido possível através de rigorosas investigações feias pela polícia.

 

 

🗓️ 01 de março de 2019

📰 (Herald POP) Polícia confirma que ainda não recebeu cópia original de mensagens de texto relacionadas ao Seungri da repórter 

 

 

O Departamento de Polícia de Seul ainda está esperando pelas cópias originais das mensagens de texto ligadas as alegações contra Seungri.

 

Em 26 de fevereiro, a SBS funE divulgou um artigo exclusivo com supostas mensagens de textos entre Seungri, CEO Yoo e um funcionário, em dezembro de 2015. Segundo o relatório, as mensagens de texto sugeriam que Seungri estivesse envolvido na busca de serviços de acompanhantes sexuais para investidores estrangeiros. No mesmo dia, o Departamento de Polícia de Seul anunciou que iria iniciar uma investigação.

 

A YG Entertainment e a Yuri Holdings divulgaram declarações oficiais negando as alegações. Em sua declaração, Yuri Holdings afirmou que as mensagens haviam sido fabricadas e enviado para os repórteres com a intensão de difamar a empresa e Seungri.  Seungri expressou seu desejo de cooperar plenamente com a investigação policial e, em 27 de fevereiro, passou por mais de oito horas de interrogatório.

 

Em 1° de março, surgiram relatos de que a polícia ainda não havia recebido uma cópia original das supostas mensagens de texto publicadas pela repórter do SBS funE, que publicou o artigo exclusivo. Uma fonte da Equipe de Crimes Especiais do Departamento de Polícia de Seul confirmou a notícia e explicou: “Solicitamos as mensagens de KakaoTalk para a repórter que foi a primeira a relatar as acusações envolvendo Seungri, no entanto, não recebemos”.

 

A cópia original das mensagens é necessária para comprovar sua autenticidade, especialmente porque tanto a YG Entretainment quanto a Yuri Holdings mantêm suas posições de que as mensagens foram fabricadas.

 

Nota: Há rumores de que a repórter disse que esperaria até o término da conferência para entregar as cópias originais. A conferência teve seu término ontem e deve ser por esta razão que o artigo deve ter saído agora. Além disso, mesmo que os originais sejam entregues à polícia, também é preciso confirmar a autenticidade das conversas.

 

Informações sobre as investigações do Burning Sun .

 

 

Tradução: BigBangBrazil

Não retirar sem devidos créditos.

 

 

Published by Graziele Chaves

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by WordPress Umitohoshi